Home / Cidades / Policiais civis que atuam no meio ambiente são homenageados

Policiais civis que atuam no meio ambiente são homenageados

Publicado por: Rosano Almeida

Trinta e oito policiais civis foram homenageados com nota de Elogio pela Diretoria-Geral da Polícia Civil em reconhecimento pela dedicação e atuação honrosa dos profissionais nos trabalhos realizados na Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema).

A cerimônia foi realizada na manhã desta quarta-feira (11.03), no auditório da sede da Instituição, em Cuiabá, reunindo delegados, investigadores e escrivães que atuam ou já atuaram nas investigações que resultaram nas operações deflagradas em defesa da fauna e flora no estado.

Na abertura, o delegado-geral Mário Dermeval falou sobre a importância dos trabalhos desenvolvidos pela delegacia, que traz em sua essência investigação técnica e diferenciadas, exercendo-as praticamente em todo território mato-grossense.

Para o delegado-geral, a unidade especializada é uma das que colaborou no fortalecimento e valorização da Polícia Civil, sendo reflexo da dedicação e empenho de toda equipe de servidores. Para um futuro próximo, a Dema terá uma sede nova e digna para exercer as suas atribuições, que já são realizadas de forma brilhante.

“A Dema vem se fortalecendo como uma delegacia de alta complexidade, atuando não só nos crimes ambientais propriamente dito como nos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Também conseguiu manter e elevar ainda mais o relacionamento institucional com outros Órgãos, em especial com o Ministério Público, promovendo parcerias que resultaram em retorno estrutural para Polícia Civil”, pontuou Mario Dermeval.

O delegado-geral adjunto, Gianmarco Paccola Capoani, falou na satisfação de ter trabalhado na Dema, época em saiu da cidade de Alta Floresta, no norte de Mato Grosso, e foi tão bem recepcionado pelos amigos de profissão.

“Segui na trajetória de aprendizado e aprimoramento no combate aos crimes praticados contra o meio ambiente, formando com os colegas uma equipe que diariamente debruçava sobre relatórios enormes, peculiares a natureza investigada, assim conseguindo elevar os trabalhos da Dema, que hoje além de apurar, possui requisitos que a permite embargar ou até mesmo fechar locais que estejam de forma irregular. Esse reconhecimento é mérito do valoroso esforço de todos vocês”, enalteceu Gianmarco Paccola.

O investigador Hiroshi Wakiyama, aposentado desde dezembro de 2019, que atuou na Dema por sete anos, esteve no evento acompanhado de sua filha e ficou feliz em rever os amigos de trabalho. “Recebo essa homenagem com sentimento de gratidão. A Polícia Civil vem melhorando e evoluindo cada vez mas, percebo mudanças nas últimas décadas e isso me deixa muito feliz. Esse momento será eterno para mim e minha filha terá ainda mais orgulho em dizer que é filha de um policial civil”, disse Hiroshi Wakiyama.

Ao final da cerimônia, a delegada titular da Dema, Alessandra Saturnino, destacou o privilégio em trabalhar com pessoas responsáveis, honradas e que estão prontas para enfrentar as dificuldades, sempre pautadas na união e harmonia.

 

Assessoria | PJC-MT

 

 

About rosano

Check Also

Aos 78 anos, aposentado supera derrame e se encontra alegria na corrida

Idoso participou do Circuito Sesc de Corrida – etapa Pantanal nesta quarta-feira (1º de maio) ...