Home / Cidades / Polícia recupera bolsas e sapatos de grife avaliados em meio milhão de reais

Polícia recupera bolsas e sapatos de grife avaliados em meio milhão de reais

A

Três homens foram presos e uma adolescente apreendida pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (DERF VG) e autuados em flagrante por furto qualificado, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo, resistência e corrupção de menores, na segunda-feira (19.02). Os detidos são acusados de realizarem furto a uma loja de grife de sapatos e bolsas, no dia anterior (18.02).

Por meio da metodologia de atendimento ao local de crime, os policiais civis analisaram imagens de câmeras de videomonitoramento da loja (Carmen Steffens), onde foi possível identificar o veículo que deu suporte aos criminosos – um Chevrolet Prisma.

Em investigação ininterrupta, os policiais da unidade – coordenados pelo delegado Marcel Gomes de Oliveira – conseguiram localizar o veículo em trânsito e deram sinais sonoros e luminosos para que parasse, contudo o motorista empreendeu fuga, mas veio a ser interceptado em abordagem.

No automóvel, dirigido por Vanner Carvalho em companhia de sua namorada A.C.A.A, 16, foi localizada uma bolsa da marca comercializada pela loja furtada, ainda com a etiqueta de venda. Questionados sobre a procedência, o investigado disse ter “comprado de terceiros” para presentear a namorada.

No entanto, Vanner por diversas vezes entrou em contradição mas concordou em levar a equipe policial ao local onde estavam as bolsas, uma residência no bairro Hélio Ponce de Arruda, em Várzea Grande.

Ao checarem à casa, os policiais foram recebidos com disparos de arma de fogo e respondendo à injusta agressão acertaram a perna do suspeito que tentava fugir pelo muro. Geovane da Cruz foi atendido pelo Samu, após solicitação da Polícia Judiciária Civil, encaminhado ao Pronto Socorro Municipal, mas em seguida recebeu alta médica.

Dentro da residência havia outro suspeito, Marcelo Alves de Souza que também apresentou resistência à prisão. No interior da casa foram encontradas os objetos furtados da loja – avaliados em R$ 500 mil reais.

Em checagem da arma usada por Geovane contra os policiais da DERF-VG foi constatada que se tratava de arma roubada/furtada de uma empresa de segurança e transportes de valores.

Após luta corporal, Igor disse ter sacado a faca e desferido vários golpes na vítima. Contudo, a versão contada pelo suspeito, vai ser investigada pela Polícia Civil.

Ao ser questionada, a mãe da vítima negou que o filho tenha tentado abusar dela.

O suspeito foi encaminhado à delegacia para procedimentos. O caso continua sendo investigado.

 

PJC/MT

Twitter: @estrelaguianews

About rosano

Check Also

CGE publica perguntas e respostas sobre vedações no período eleitoral

A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) consolidou em uma publicação 36 perguntas frequentes dos órgãos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *