Home / Nacional / ONU e parceiros iniciam plano de trabalho para revitalização de parque em Porto Alegre

ONU e parceiros iniciam plano de trabalho para revitalização de parque em Porto Alegre

Representantes do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), da Prefeitura de Porto Alegre (RS) e da Agência Brasileira de Cooperação Técnica (ABC), ligada ao Ministério das Relações Exteriores, reúnem-se na quarta-feira (04.07) em Brasília para iniciar a execução do plano de trabalho do projeto de revitalização do Parque da Orla do Guaíba, em Porto Alegre, uma cooperação técnica entre os três organismos.

De acordo com o UNOPS, a iniciativa permite proteger o patrimônio cultural e natural da cidade e visa proporcionar espaços públicos seguros, inclusivos, acessíveis e verdes para as pessoas, contribuindo assim para os objetivos da Agenda 2030.

Representantes do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), da Prefeitura de Porto Alegre (RS) e da Agência Brasileira de Cooperação Técnica (ABC), ligada ao Ministério das Relações Exteriores, reúnem-se na quarta-feira (4) em Brasília para iniciar a execução do plano de trabalho do projeto de revitalização do Parque da Orla do Guaíba, em Porto Alegre, uma cooperação técnica entre os três organismos.

O objetivo do projeto é desenvolver um modelo de gestão sustentável para os trechos um, dois e três do parque, por meio de parceria com a iniciativa privada, que viabilize as obras dos trechos dois e três, que vão do Anfiteatro Pôr do Sol até o Parque Gigante. A intenção é proporcionar novas opções de serviços e de lazer de qualidade para a população local.

De acordo com o UNOPS, a iniciativa permite proteger o patrimônio cultural e natural da cidade e visa proporcionar espaços públicos seguros, inclusivos, acessíveis e verdes para as pessoas, contribuindo assim para os objetivos da Agenda 2030.

Na assinatura do acordo de cooperação, em abril, o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, declarou que o projeto vai melhorar a forma como os porto-alegrenses se relacionam com o Guaíba. Disse ainda que a cooperação com o UNOPS vai possibilitar uma gestão mais moderna dos espaços públicos da cidade, começando pelo Parque da Orla do Guaíba.

O projeto tem duração prevista de 15 meses e contempla também a modelagem de negócio que viabilizará a construção e operação dos três trechos, a capacitação dos quadros municipais para o desenvolvimento de projetos de parcerias para infraestrutura urbana, entre outras atividades referentes à viabilização de uma parceria público-privada (PPP).

UNOPS

O UNOPS é o organismo das Nações Unidas que apoia governos, agências da ONU, organismos multilaterais e outros parceiros nas áreas de infraestrutura, gestão de projetos, compras públicas, gestão financeira e recursos humanos. Sua missão é ajudar as pessoas a construir vidas melhores e os países a implementar a Agenda 2030 e alcançar o desenvolvimento sustentável.

No Brasil, o UNOPS apoia governos em diferentes áreas por meio de acordos de cooperação técnica. Com uma equipe com especialistas, o escritório transfere conhecimentos, garantindo que recursos públicos sejam utilizados de forma eficiente e transparente e que os projetos sejam geridos com foco em sustentabilidade.

Desde 2013, o escritório desenvolve atividades relacionadas a Parcerias Público-Privadas (PPP) em todo o seu ciclo, desde a organização de Unidade de PPP até o acompanhamento de um contrato em vigor.

Na estruturação de projetos, o UNOPS apoia os estados na elaboração de iniciativas tecnicamente viáveis e na execução sustentável dos serviços públicos, maximizando o apoio do setor privado no financiamento, projeto, construção e/ou operação de equipamentos de infraestrutura. O escritório compreende o conceito de PPP de maneira ampla e trabalha de acordo com as condições específicas de cada projeto, criando soluções adaptadas a cada contexto.

 

ONU Brasil

Twitter: @estrelaguianews

About rosano

Check Also

O ministro Edson Fachin nega medida liminar e mantém Delúbio Soraes preso

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), negou nesta ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *