Home / Internacional / O misterioso homem que pode ser soldado soviético desaparecido há 30 anos

O misterioso homem que pode ser soldado soviético desaparecido há 30 anos

Antonina Bilokurova, de 78 anos, havia perdido a esperança de encontrar o filho, Igor Bilokurov, vivo. Ele sumiu em 1988 no Afeganistão, quando integrava o Exército Soviético. Agora, mais de 30 anos depois, um exame de DNA poderá esclarecer o que aconteceu.

Neste ano, um homem que apresenta algumas semelhanças físicas com Igor abordou um grupo de ucranianos que viajavam no Afeganistão. Ele afirmou que sofria de perda de memória, possivelmente em decorrência de algum ferimento.

Ele não se lembra de ser Igor, mas confirmou que é originário da mesma região da Ucrânia de onde saíra o soldado desaparecido.

Em 1988, Antonina recebeu uma carta que a deixou arrasada. “Igor Bilokurov desapareceu no dia 8 de abril de 1988”, dizia a correspondência.

“Todos os vizinhos saíram correndo de dentro das suas casas, porque me ouviram chorar e gritar: ‘O Igor desapareceu!'”, contou à BBC News, emocionada.

Depois de muita espera, no ano passado, Antonina fez um túmulo para o filho. Tinha medo de morrer e Igor ser esquecido.

Mas o recente surgimento do misterioso homem no Afeganistão mudou tudo. Ao se apresentar ao grupo de ucranianos, ele disse que é de Volyn, mesma região onde Igor vivia antes de ser enviado para lutar no Afeganistão.

A associação de veteranos daquela cidade ucraniana verificou os registros de combatentes e concluiu que ele pode ser Igor. Em busca de mais informações, um grupo militares aposentados viajou até o Afeganistão. O possível “Igor” foi encontrado vivendo em Mazar-e Sharif.

Ele mostrou aos veteranos cicatrizes que poderiam ter sido causadas por uma explosão e disse não tem qualquer lembrança de ser Igor ou de sua família na Ucrânia. “Minha mente não está funcionando”, disse o homem, num vídeo obtido pela BBC News.

Os veteranos coletaram amostras de DNA do homem para a realização do teste que poderá confirmar ou descartar a possibilidade de ele ser o filho que Antonina procurou por tantos anos.

“Eu confio na ciência. Quando os resultados saírem, saberemos se ele é Igor Bilokurov”, disse Oleg Chuiko, um dos veteranos que viajou ao Afeganistão em busca de informações sobre Igor.

“Mas tenho 100% de certeza de que ele é um ex-prisioneiro soviético.”

Ao ver as fotos do homem encontrado no Afeganistão, Antonina disse: “É o meu filho”. Perguntada sobre o que a fez reconhecê-lo, a senhora de 78 anos afirmou: “São os olhos e as orelhas pequenas. Ele tinha uma boca menor, mas talvez seja porque ele está sorrindo (nessa foto)”.

Os outros parentes e amigos de Igor também estão convencidos de que o homem achado no Afeganistão é o soldado soviético desaparecido por quase 30 anos.

“Essa certeza de que esse homem é Igor não pode ser apenas vontade de vocês de que ele seja Igor?”, perguntou o repórter Johan Fisher, da BBC News, aos amigos e parentes reunidos para falar com a reportagem.

“Não, esse é Igor. Nós temos certeza”, disse uma das mulheres presentes. “Por que você acha que ele não entrou em contato com vocês por 30 anos?”, questionou o repórter da BBC News.

“Nós fomos informados de que o comboio dele foi atacado e que ele pode ter tido uma concussão”, respondeu um outro amigo de Igor.

Antonina quer que o homem seja levado do Afeganistão à Ucrânia. “Fale para ele vir aqui e todos viveremos juntos de alguma forma. Até podemos encontrar uma esposa para ele”, disse ela, enquanto aguarda ansiosamente pelo resultado do exame de DNA.

 

BBC News

Twitter: @estrelaguianews

About rosano

Check Also

Milhares de funcionários do Google protestam por má conduta sexual

Nesta quinta-feira (1º), milhares de funcionários do Google ao redor do mundo fizeram um protesto ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *