Home / Destaques / Gestão Eficaz encerra ciclo de capacitação 2018 em Cuiabá

Gestão Eficaz encerra ciclo de capacitação 2018 em Cuiabá

O presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso, conselheiro Gonçalo Domingos de Campo Neto, fará a abertura da sexta e última edição do Ciclo de Capacitação Gestão Eficaz de 2018. Realizado pelo TCE-MT, o programa tem por objetivo reunir prefeitos, vereadores, gestores e servidores públicos de determinada região do Estado para discutir temas inovadores da administração pública, tais como as Parcerias Público Privadas (PPPs), as relações do Poder Público com as organizações do Terceiro Setor e a gestão financeira municipal. O Gestão Eficaz acontece nos dias 8 e 9 de novembro, no auditório da Escola Superior de Contas do TCE-MT, em Cuiabá.

Além do presidente do TCE-MT, na manhã do dia 8 haverá palestras do presidente da Associação Mato-Grossense de Municípios (AMM), Neurilan Fraga; do conselheiro interino Luiz Carlos Pereira; do chefe da Consultoria Técnica, Gabriel Liberato; e da secretária de Articulação Institucional e Desenvolvimento da Cidadania do TCE-MT, Cassyra Vuolo, que falará sobre Transparência e Controle Social.

A gestão financeira municipal tem sido um tema pertinente e de muito debate entre os participantes. “Estão contempladas as atividades de controle da programação financeira, das disponibilidades de caixa, dos ingressos e dos desembolsos de recursos, das consignações, da ordem cronológica dos pagamentos e das conciliações bancárias. É preciso que as prefeituras estejam organizadas, atuando de forma planejada e garantindo assim o equilíbrio das finanças públicas municipais”, explica o secretário-chefe da Consultoria Técnica do TCE, Gabriel Liberato Lopes, que é bacharel em Ciências Econômicas e especialista em Direito e Controle Externo da Administração Pública.

As relações do Poder Público com as Organizações do Terceiro Setor são o tema da palestra a ser ministrada pelo auditor público externo do TCE, Guilherme Almeida. Serão discutidos com os gestores os instrumentos possíveis de formação de parcerias entre as entidades com o poder público e as novas regras do Marco Regulatório (Lei nº 1.3010/2014), que entraram em vigor a partir de janeiro do ano passado.

O tema é bem polêmico, envolve as Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips) e as Organizações Sociais (OSs) muito utilizadas na gestão pública de saúde. “Ocorrem falhas nesse processo por isso é necessário entender bem quais as características da prestação de atividades de interesse público. Essas organizações sociais possuem mais flexibilidade e são especializadas, por isso são de interesse da gestão pública, mas é preciso atenção para que não sejam cometidas irregularidades e os serviços sejam prestados com qualidade”, orientou o auditor.

As Parcerias Público Privada (PPPs) e as concessões públicas são uma novidade na administração pública e por isso devem ser bem analisadas. No Ciclo de Capacitação Gestão Eficaz o tema será debatido pelo auditor público externo, Jefferson Figueira Bernardino. As PPPs envolvem contratos de prestação de obras ou serviços não inferiores a R$ 10 milhões, com duração mínima de 5 anos e no máximo de 35, firmados entre empresa privada e o governo federal, estadual ou municipal. Difere ainda da Lei de Concessão comum pela forma de remuneração do parceiro privado. Na concessão comum, o pagamento é realizado com base nas tarifas cobradas dos usuários dos serviços concedidos. Já nas PPPs, o agente privado é remunerado exclusivamente pelo governo ou por meio de uma combinação de tarifas cobradas dos usuários dos serviços mais recursos públicos.

O Gestão Eficaz é um programa de capacitação criado pelo TCE em 2010 e já promoveu treinamentos para cerca de 20 mil servidores públicos de Mato Grosso. Este ano foram realizadas cinco edições, respectivamente em Rondonópolis, Cáceres, Sinop, Barra do Garças e Juína. A capacitação é operacionalizada pela Escola Superior de Contas e coordenada pela Consultoria Técnica do TCE.

Foram convidados a participar do Gestão Eficaz de Cuiabá os municípios de Acorizal, Alto Paraguai, Arenápolis, Barão de Melgaço, Barra do Bugres, Chapada dos Guimarães, Denise, Diamantino, Jangada, Nobres, Nortelândia, Nossa Senhora do Livramento, Nova Brasilândia, Nova Marilândia, Nova Maringá, Nova Olímpia, Paranatinga, Planalto da Serra, Poconé, Porto Estrela, Rosário Oeste, Santo Afonso, Santo Antônio do Leverger e Várzea Grande.

As inscrições ainda estão abertas e podem ser feiras pelo Portal do TCE-MT (www.tce.mt.gov.br) ou clicando AQUI.

 

Assessoria TCE

Twitter: @estrelaguianews

About rosano

Check Also

Antes e depois: 8 famosas que passaram pela transição capilar

1) Kéfera É preciso ter muita coragem para abandonar a química e passar pela transição capilar em ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *