Home / Internacional / Austrália aumenta financiamento de programa da ONU sobre Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

Austrália aumenta financiamento de programa da ONU sobre Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) celebrou a decisão da Austrália de ampliar em US$ 977 mil as doações feitas à agência. Anunciado em junho (26), o financiamento adicional permitirá ao organismo ampliar suas ações de prevenção do HIV no Camboja, Indonésia, Laos e Papua Nova Guiné. A verba se soma à contribuição anual de US$ 3,3 milhões que o governo australiano reservou para a agência da ONU pelos próximos cinco anos.

A verba se soma à contribuição anual de US$ 3,3 milhões que o governo australiano reservou para a agência da ONU pelos próximos cinco anos. “A Austrália é uma das principais defensoras da resposta à AIDS na Ásia e no Pacífico”, elogiou o diretor-executivo do UNAIDS, Michel Sidibé.

“Esta contribuição adicional é um sinal importante em um momento em que precisamos de mais energia e ação na prevenção ao HIV para garantir que todos, particularmente as pessoas em maior risco de infecção pelo HIV, possam se proteger do vírus.”

Em 2016, o UNAIDS estima que ocorreram cerca de 260 mil novas infecções por HIV na Ásia e no Pacífico. No mesmo ano, 5,1 milhões de adultos e crianças viviam com HIV na região, e 170 mil pessoas morreram por causas relacionadas à AIDS. Pouco menos da metade (47%) de todos indivíduos vivendo com HIV tiveram acesso à terapia antirretroviral.

O anúncio do novo montante de recursos foi feito durante a 42ª reunião da Junta de Coordenação do UNAIDS. O financiamento é fundamental para acabar com a epidemia de AIDS como ameaça de saúde pública e alcançar as metas da agência de zero nova infecção por HIV, zero discriminação e zero morte relacionada à AIDS.

 

ONU

Twitter: @estrelaguianews

 

 

About rosano

Check Also

ONU descobre 202 covas coletivas do Estado Islâmico no Iraque

A Organização das Nações unidas (ONU) revelou nesta terça-feira (6) que descobriu 202 covas coletivas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *