Home / Destaques / 3ª Edição do Festival Kwanzaa marca celebração do Dia da Consciência Negra

3ª Edição do Festival Kwanzaa marca celebração do Dia da Consciência Negra

O público foi presenteado com diversas apresentações culturais realizadas no Museu do Rio

Publicado por: Rosano Almeida

Um evento de celebração de um povo que busca resgatar sua origem, exaltando as conquistas por meio do teatro, da dança, da música e da poesia. Foi dessa forma que o dia Nacional da Consciência Negra foi comemorado na noite desta quinta-feira (20). No Museu do Rio, o público foi presenteado com diversas apresentações culturais na 3ª Edição do Festival Kwanzaa.

Apresentações musicais, danças como africanas, o siriri, o cururu, teatros, exposição de roupas, acessórios e penteados afros foram alguns dos atrativos da celebração. O evento foi organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo e totalmente gratuito.

“A Prefeitura de Cuiabá, nessa gestão humanizada do prefeito Emanuel Pinheiro, vem trabalhando para oportunizar que essas manifestações culturais se apresentem e mostrem que o Município tem muita coisa bonita. Eventos como esse são excelências alternativas de valorização da cultura regional”, disse o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo.

Na oportunidade, o secretário-adjunto Justino Astrevo destacou ainda que o festival, além de demonstrar a arte por meio das apresentações, proporciona uma comemoração do dia 20 de novembro com mais tolerância e uma cultura de paz. “O poder público tem como missão motivar, incentivar essa cultura de paz e tudo isso começa no respeito à diferença e a diversidade. É esse principal objetivo do Festival Kwanzaa”, disse.

Do swahili, língua banto com maior número de falantes no continente africano, “Matunda ya Kwanza” é a celebração dos “Primeiros Frutos”, que se refere a memória africana da colheita, ritual de grande importância ancestral na construção identitária dos povos africanos. Assim, Kwanzaa nasce recriando o vínculo entre afrodescendentes e suas raízes.

“É importante marcar a data para que o movimento se solidifique, cresça e ganhe cada vez mais espaço em Cuiabá. Porque a celebração do Dia da Consciência Negra é na verdade todo um mês de eventos que se inicia na Lavagem das Escadarias, que promove a tolerância religiosa e que este ano, vai culminar com um evento no MISC. Para a Secretaria de Cultura é importante que haja esta inclusão das manifestações da cultura afro nos eventos do Município e é para isso que trabalhamos”, concluiu o secretário-adjunto.

 

Assessoria da Prefeitura

 

 

About rosano

Check Also

Réu é condenado a 33 anos de reclusão por feminicídio

  Publicado por: Rosano Almeida No dia (04.12), no município de Tangará da Serra, Wesley ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *